Ardipithecus ramidus

_images/20180624_01.jpg

Sobre o fóssil

O Ardipithecus ramidus é uma espécie de hominídeo, provavelmente bípede e que poderá ter sido um dos antepassados da espécie humana. “Ardi” significa solo, ramid raíz, em uma língua (amhárico) do lugar onde foram encontrados os restos, (Etiópia), ainda que “pithecus” em grego signifique macaco. Os primeiros ancestrais do homem viveram na África há mais de 4 milhões de anos. O Ardipithecus ramidus, que existiu há 4,4 milhões de anos, na Etiópia, tinha uma capacidade craniana de 410 cm³, ou seja, três vezes menor que a do Homo sapiens.