Homo naledi

_images/20180624_05.jpg

Sobre o fóssil

Homo naledi é uma espécie extinta da tribo Hominini, uma nova espécie de hominídeo, anunciada em 2015, que tem características do pré-humano Australopithecus e poderia ser a espécie mais antiga do gênero Homo. Foi descoberta dentro do sistema de câmaras Dinaledi na Caverna Rising Star, sítio considerado Patrimônio Mundial a 50 km de Joanesburgo, na África do Sul. A descoberta, feita em 2013, foi anunciada em setembro de 2015 pela equipe responsável pela investigação.Evolução A espécie é caracterizada por ter estatura e massa corporal semelhantes a populações humanas de pequena estatura mas com um pequeno volume endocranial semelhante aos australopithecus. Seus descobridores, cientistas patrocinados pela National Geographic, anunciaram a descoberta dos ossos como a de uma espécie nova de humanos antigos, mas especialistas diferentes desejam que novas evidências sejam mostradas para que a afirmação possa ser cientificamente justificada; um deles, Christoph Zollikofer, antropologista da Universidade de Zurique, declarou que muitas das características dos ossos encontrados são vistas em animais mais primitivos e por definição não poderiam ser usadas para definir uma nova espécie; por sua vez, Tim White, paleontólogo da Universidade da Califórnia em Berkeley, declarou que o que foi apresentado até agora pelos descobridores pertence a um tipo primitivo homo erectus, espécie catalogada e nomeada no século XIX.

Fonte: Wikipédia