Santa Maria Madalena

_images/20180609_01.jpg

Sobre o Projeto

A reconstrução facial de Santa Maria Madalena foi um projeto idealizado pelo hagiólogo Dr. José Luís Lira, pelo Pe. Florian Racine (França) e pelo 3D designer Cícero Moraes.

A consultoria forense esteva sob responsabilidade do especialista em odontologia legal Dr. Paulo Miamoto.

A apresentação da face se deu no dia 22 de julho na Basílica de Santa Maria Madalena em Saint-Maximin-La-Sainte_Baume na França.

Sobre a Santa

Maria Madalena é descrita no Novo Testamento como uma das discípulas mais dedicadas de Jesus Cristo. É considerada santa pelas diversas denominações cristãs e sua festa é celebrada no dia 22 de julho.

Sobre os Restos Mortais

A descoberta dos restos mortais de Maria Madalena e Maximino remontam o séc. XIII quando o então príncipe de Salermo que viria a ser o rei de Nápoles Carlos II, ao estudar uma série de documentos históricos e colher testemunhos dos habitantes de Aix, descobriu onde poderiam estar os espólios procurados, eles se encontrariam em uma pequena igreja chamada Saint Maximin. Foi até lá com um série de pessoas para ajudá-lo com os trabalhos, mas não abriu mão de ele mesmo escavar o local. Depois de extrair uma generoso volume de terra com uma pá ele avistou o que seria um túmulo de mármore. Lá estariam os restos mortais de Santa Maria Madalena e São Maximino. Isso ocorreu em 9 de dezembro de 1279.

Por volta de 1600 as relíquias foram depositadas em um sarcófago construído por odnem do para Clemente VIII, a cabeça no entando foi posta em um relicário a parte. As relíquias foram profanadas durante a Revolução Francesa em 1789, mas o crânio foi guardado sendo e restaurado em 1814 e colocado na Basílica de Santa Maria Madalena onde permanece até hoje.

Repercussão

O programa dominical Fantástico da Rede Globo fez uma longa matéria acerca da reconstrução facial de Santa Maria Madalena, veiculado no dia 19 de julho de 2018.